?

Log in

No account? Create an account
anachronie [userpic]

Print Love story

January 29th, 2015 (11:42 pm)
Tags: , ,

current mood: accomplished

Pra quem nao sabe, a primeira print pela qual eu me apaixonei foi a Sugary. A coisa toda começou lá em 2009 e eu no meu início de lolita, mas pra encurtar a historia, depois da minha primeira saia lolita (uma handmade feita por mim), eu queria muito comprar a Sugary, mas obviamente nao tinha como: a print estava esgotada, mesmo depois do relançamento, eu nao tinha cartão internacional e minha mesada era realmente só pra comer e andar de ônibus.
Eu já havia começado a precisar de dinheiro extra pra comprar material de arte novo, e recém havia começado a vender cupcakes na faculdade. O dinheiro entrava suficiente pra comprar alguns marcadores novos (quem aí precisa comprar material de arte também? Vocês sabem que nunca é barato x_x), sobrava só um pouquinho.... a não ser que eu vendesse mais cupcakes.
Passei muito tempo pensando sobre como a Sugary era uma coisa impossível quando vi que réplicas estavam sendo vendidas pela bagatela de 45 dólares na época. (dólar a R$ 1,60? sdds 2011!)
De repente não parecia mais algo inalcançável. Era uma réplica, ok, mas não era impossível.
Fui atrás de inúmeras reviews e debati infinitamente se eu deveria comprar o jsk lilás, meu favorito, ou uma saia lilás, ou uma saia preta. A saia preta me pareceu mais coordenável dentro do pouco de lolita que eu tinha no meu armário, e mais fácil de convencer quem fosse me emprestar o cartão de crédito.

E por TRÊS MESES fiquei vendendo bolinhos na faculdade, até conseguir economizar o que eu precisava para comprar a sonhada saia.
Foi um longo tempo de virar madrugadas terminando a massa, assando, esperando esfriar, recheando, colocando cobertura, fazendo testes com marshmallows... Eu dormia super pouco, mas cada dia extra de bolinhos era um passo mais perto de chegar onde eu queria, e quando completei o dinheiro que eu precisava (R$ 120 reais, para ter alguma folga), fiz a compra na internet. SURPRESA: dólar a dois reais. Mas como o dinheiro guardado tinha folga, deu para pagar o frete e não ficar devendo pra ninguém, ainda bem.
QUATRO meses depois a saia chegou na minha casa, no dia do meu aniversário de 19 anos. Me considerei sortuda, apesar da demora. A saia era linda mas... é. Era uma réplica, o que eu estava esperando? Não era tão bonita como nas reviews. Não tinha os mesmos detalhes que a da AP. A print era meio borradinha, mas ainda eram os cavalinhos / pôneis que eu gostava tanto, junto daqueles marshmallows e docinhos. Apesar de o tecido ser meio parecido com uma chita grossa (sério) e engomada com algo melequento do lado de dentro da estampa, eu me deixei gostar da saia afinal. Eu já tinha incontáveis coordinates na minha cabeça, até com itens que eu ainda nem tinha comprado, só pra me garantir que não me faltassem opções.

Os anos passaram e mesmo não querendo vender essa saia nunca, acho que depois de começar a comprar itens originais, a magia dessa skirt meio que se foi embora, eu não sabia explicar. Ver tantas réplicas por aí, comparar a print com a bolsa original que eu consegui, e conseguir uma réplica do JSK (que até hoje nunca foi usada por mim!) foram alguns dos fatores.
No final do ano passado eu decidi organizar um swap meeting com o grupo das lolitas do Rio Grande do Sul. O meet que aconteceu dia 11 de janeiro agora serviu pra que todo mundo pudesse trocar itens entre si ou vender e comprar coisinhas, e minha Sugary (que foi reservada duas vezes) ficou lá, parada, só me olhando.
Uma das minhas melhores amigas chegou no finalzão do meet só pra me dar um feliz aniversário e trouxe, entre outros mimos, um avental lindíssimo costurado por ela, dizendo "lolita chef" e tecido de Sugary Carnival em miniatura como presente pra minha Pullip.

Óbvio que eu me emocionei e tava querendo chorar ♥

Decidi que não, não ia mais vender a minha saia, eu ainda podia fazer twins com a minha pequena, não? Eu ainda podia ser uma chef lolita (?) e continuar fazendo cupcakes pros meetings e/ou sempre que me desse vontade, né? Tem amigas que nos fazem lembrar do que é importante pra gente ♥♥
Enfim, daí veio minha vontade de melhorar minha saia réplica. Não estou pensando em investir na original ainda, sendo que eu não sei se vou ter o mesmo sentimento por ela que tenho por essa coisa cheia de história hoje. Então, aqui está o meu material de trabalho:

Not too bad, right?

Coisas que eu gostaria de mudar e não posso:
A print é bem mais bonita na bolsa, mas os tons pastéis mais lavados da réplica até que são fofinhos....

Coisas que eu posso mudar:
Custava muito não usar linha PRETA no meio de uma print quase BRANCA?

O laço removível que veio pra cintura tem pouca renda e é bem boring, o que é uma pena porque gosto de usá-lo na cabeça.

Elas poderiam ser removíveis, já que gosto de usar casacos, boleros e cintinhos.

Essas waist-ties davam para ser mais bem acabadinhas, né?

Eu já havia visto as waist-ties modificadas pela Kakao no review / comparação que ela fez entre um vestido réplica e um original, aqui no blog dela http://ribbonland.blogspot.com.br/2012/08/review-sugary-carnival-original-e.html e achei que usar pompons era uma alternativa muito fofinha para acabamento, e pouco usual em lolita.
Kakao, precisei te copiar...

Felizmente não foi difícil achar os materiais que eu queria comprar, e comecei o trabalho pelas waist- ties mesmo. Acrescentei estrelas brilhantes porque SIM, achei que ia ficar engraçado e fofo e sweet e eu tenho starclips bem parecidos com esses, então por que não? ♥♥♥
Pompons costurados à mão!
Será que ficou muito OTT com essas estrelas? Tava pensando em colocar isso no bow também, mas ainda não havia me decidido, por isso elas não estão realmente costuradas nessa foto.

Depois fui pro bow, que também era pequeno e só precisava de uma melhoradinha: as poucas rendas não iam ficar com seu acabamento ruim aparente, iam receber pomponzinhos e um pingente de coração azul clarinho que eu tinha em casa.
Acho que tá mais fofo e mais interessante pra por na cabeça!

A barra da saia foi o que me deu MAIS trabalho. Como eu faço as costuras à mão, estava levando a saia, o rolo de pomponzinhos e linha, agulha e tesoura no ônibus, assim aproveitava meu tempo e me entediava menos durante a viagem. Deu pra terminar em uma viagem de ida e uma de volta (e mais uns minutinhos costurando em casa).
Já ficou com outro efeito!

As waist ties já estavam devidamente descosturadas da saia, mas precisei cortar os furos e casear. Não saí para comprar botões bonitos, pensei em usar uns pretinhos básicos mesmo, mas como não sei não modificar as coisas, coloquei pequenas estrelinhas neles.
Deixou mais sweet, e é mais seguro do que parece.

A minha pequena Pullip ganhou o presente dela também:

Costurei um pequeno JSK bem simples, um laço para a cabeça e uma bolsa de print.
(também fiz uma bolsa de estrela brilhante e um bolero de petit-pois, mas não tem tanto a ver com a questão da print em si, então deixei fora das fotografias.)
Acho que ela não está decepcionada!

Por fim, o que faltava era isso: usar com muito amor!